Escolha uma Página

  

Tradução Livre e Adaptada do texto Original publicado na Forbes, escrito por John Coleman.

Metodologias Ágeis fazem parte do cenário de TI há décadas. O Scrum, especificamente, surgiu nos anos 90.

Em vez de trabalhar isolados em uma bolha por meses e meses, os desenvolvedores são incentivados a trabalhar de perto com a empresa. Há liberação de iterações que melhoram continuamente.

Que lições os negócios voltados a outros setores podem aprender com a experiência que a TI já adquiriu com o Agile?

O que é Agile e Scrum of Scrums?

Ajay Budhraja é especialista em Agile e palestrante renomado. Ele possui décadas de experiência em posições de liderança em grandes empresas. Segundo ele, o Agile é altamente transferível.

Budhraja alertou que há equívocos tipicamente associados ao Agile. “Um deles é que o Agile resolverá todos os problemas em seus projetos”, diz ele. “O Agile oferece técnicas. Ele é como um mapa das linhas de metrô de uma cidade. Você ainda tem que analisar as informações que estão no mapa para entendê-lo e descobrir como chegar do ponto A ao ponto B. Além disso, o Agileainda precisa de documentação básica e muito planejamento.”

Desafios do Agile

Críticos do Agileafirmam que a metodologia não possui boa escalabilidade, e pode até mesmo retardar a entrega de soluções em uma era em que tudo tem que sair rapidamente.

Muitos desses problemas em potencial podem ser superados com uma forte colaboração entre as pessoas da empresa, explica Budhraja. “Alguns dos problemas que vejo são: identificar e monitorar inadequadamente as dependências entre as equipes; falta de planejamento, especialmente com equipes dispersas geograficamente; e foco insuficiente no gerenciamento de mudanças“, diz ele.

“Combinado com lançamentos rápidos e planejados, o Agile pode acelerar a entrega de soluções. Portanto, as equipes precisam trabalhar juntas para que isso aconteça.”

Outros Frameworks e Técnicas

Há também técnicas específicas que podem ajudar as práticas ágeis a escalar em uma parte maior da empresa. Budhraja recomenda o Scrum of Scrums, que “reúne muitas equipes nas quais representantes de cada equipe individual participam de reuniões do Scrum of Scrums.”

Outra técnica, SAFe, “é mais orientada para o processo e aborda isso em três frentes: equipe, programa e portfólio”.

Já a LeSS, ou Large-Scale Scrum (Scrum de Grande Escala), é uma maneira leve de escalar várias equipes.

A chave para garantir que a abordagem seja eficaz é trabalhar com equipes e com gerentes em toda a organização e balancear esse processo com base nas necessidades da organização.

O que é importante para construir uma organização Ágil?

Ele acrescenta que, com abordagens ágeis, as tarefas mudam. Por exemplo, no Scrum, com o Scrum Master facilitando os resultados do trabalho, outros que estavam realizando essas tarefas ficarão menos sobrecarregados.

“Com a entrega rápida, os trabalhos e as tarefas mudam, pois há um foco extremo no planejamento e na execução para entrega incremental.”

Resultados do Agile

Em última análise, as metodologias ágeis melhoraram a entrega de tecnologia nas organizações.

“Técnicas Agile são de entrega rápida e eu tenho liderado grandes projetos com tremendo sucesso nessas áreas”.

Em um projeto web e mobile que Budhraja conduziu usando Scrum, houve aumento de 40% na velocidade de entrega devido a ciclos mais rápidos. Nos projetos financeiros e governamentais, o aumento foi superior a 50%.

feedback dos clientes foi ótimo para esses projetos, já que o produto melhorou muito mais rapidamente.